A Polícia Judiciária (PJ) deteve um homem suspeito de ter provocado, na madrugada de sábado, sete ignições em área florestal do concelho de Lousada, informou hoje aquela força.

Segundo a PJ, a detenção ocorreu com a colaboração dos bombeiros de Lousada.

A detenção teve lugar por existirem fortes indícios de, na madrugada do passado dia 4 do corrente mês, ter ateado, pelo menos, sete incêndios florestais com recurso a chama direta em área florestal, num dia em que as temperaturas atingiram máximos históricos no nosso país", lê-se num comunicado enviado à Lusa.

As ignições ocorreram nas localidades de Cristelos, Silvares e Boim e “tinham condições para rapidamente se descontrolar e provocar incêndios numa área florestal muito extensa que só não tiveram consequências muito mais graves devido à pronta e eficaz intervenção dos bombeiros locais", acrescenta-se na informação da PJ.

O detido, de 42 anos de idade, reside em Lousada e não apresenta antecedentes criminais.