A Polícia Judiciária (PJ) anunciou esta terça-feira a detenção do alegado autor da agressão, consumada dia 15 num bar de Famalicão, a um homem que veio a morrer cinco dias depois.

O suspeito é um segurança de 40 anos, de acordo com informação da Diretoria do Norte da PJ.

Em comunicado, a autoridade policial afirma que o caso teve origem numa discussão entre clientes da discoteca de Famalicão, distrito de Braga, tendo a vítima sido expulsa por funcionários que prestam serviço de segurança naquele espaço.

No exterior do estabelecimento noturno, um dos seguranças terá abordado a vítima, “dando-lhe um forte empurrão que provocou a sua queda desamparada no chão, onde ficou inanimada”.

A vítima foi «de imediato transportada para o hospital, com traumatismo cranioencefálico, em virtude do qual veio a falecer cinco dias depois».