A Polícia Judiciária de Braga anunciou a detenção de um madeireiro de 53 anos, suspeito de ter ateado pelo menos um incêndio florestal na sua área de residência, numa freguesia de Barcelos.

Em comunicado, a PJ refere que o suspeito, com recurso a um isqueiro, terá ateado fogo numa estrada florestal densamente povoada de eucaliptos e pinheiros bravos, com habitações na proximidade.

Acrescenta que foi a intervenção de populares que evitou “danos mais elevados”.

O detido vai ser levado a tribunal, para interrogatório judicial e aplicação das respetivas medidas de coação.

Em 2017, a Polícia Judiciária já identificou e deteve 114 suspeitos do crime de incêndio florestal.