A Polícia Judiciária (PJ) anunciou, esta quarta-feira, a detenção de um casal suspeito de um assalto à mão armada e violento, ocorrido no dia 11 de agosto, a uma residência na Trofa, distrito do Porto.

Em comunicado, a PJ refere que os suspeitos terão abordado os residentes naquela habitação e, “sob coação, violentas agressões e ameaça do uso de arma de fogo”, apoderaram-se de dinheiro, relógios, um computador portátil, artigos em ouro e outros bens de cariz pessoal.

A investigação levada a cabo pela Diretoria do Norte da PJ permitiu apurar que a detida teve um relacionamento afetivo com o inquilino daquela moradia, tendo essa relação “terminado de forma conturbada, alegadamente com agressões mútuas”.

A mulher, de 28 anos, “como forma de se vingar, e em concertação com mais dois indivíduos, um dos quais também agora detido, planearam e executaram o crime em causa que, além dos bens roubados, provocou lesões aos ofendidos que necessitaram de assistência hospitalar”, acrescenta a PJ.

O detido, de 35 anos, tem já antecedentes criminais por crimes contra a propriedade pelos quais cumpriu pena de prisão.

O casal vai agora ser presente a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.