A Polícia Judiciária (PJ) anunciou hoje a detenção de um grupo de jovens de 16 e 17 anos, “fortemente indiciados” pela prática de vários crimes de roubo agravado, sobretudo de taxistas, no concelho de Cascais.

Em comunicado, a PJ adianta que teve a colaboração do Subdestacamento Territorial da GNR de Alcabideche, com a qual localizou, identificou e deteve três jovens, dois de 16 e um de 17 anos, que eram corresponsáveis por vários assaltos cometidos com armas de fogo e agressões físicas.

Foram ainda identificados como coautores dois outros menores, com idades de 15 e 13 anos.

Os crimes ocorreram no concelho de Cascais (distrito de Lisboa), em abril e maio, sendo a maioria das vítimas motoristas de táxi a que o grupo pedia transporte para a zona de residência, roubando-lhes, depois, dinheiro, telemóveis e documentos pessoais.

Outros cidadãos foram também vítimas dos crimes.

Face à gravidade das ofensas à integridade física, algumas das vítimas necessitaram de receber tratamento hospitalar, refere o comunicado.

A PJ acrescenta que apreendeu alguns dos telemóveis e documentos roubados, bem como droga, no cumprimento de mandados de busca domiciliária.

Os menores vão ser presentes ao Tribunal de Família e Menores de Cascais, para aplicação das medidas tutelares educativas, depois de passarem por um primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação processual.