Os Açores estão a partir de hoje ligados à Plataforma de Dados da Saúde, que permite consultar o historial clínico dos doentes em qualquer unidade de saúde do país.

«Esta funcionalidade vai permitir aceder aos dados clínicos de um utente dos Açores que tenha de recorrer a uma unidade de saúde do continente, como também de qualquer cidadão residente noutro ponto do país que esteja de visita aos Açores e necessite de recorrer aos hospitais ou centros de saúde em qualquer uma das ilhas», revela o Governo Regional açoriano, num comunicado.

Segundo a mesma nota, «qualquer médico passará a poder aceder à Plataforma de Dados da Saúde através do Portal do Profissional (PDS-PP) e consultar todos os dados de saúde dos utentes».

Para o secretário regional da Saúde, Luís Cabral, citado no comunicado do executivo açoriano, ¿o acesso agora oficializado com o Ministério da Saúde acaba com alguns constrangimentos registados no passado, quando cidadãos dos Açores recorreram a unidades de saúde do continente¿.

«A instalação da Plataforma de Dados da Saúde nas nove ilhas vai melhorar e reforçar a partilha de informação clínica entre as diferentes instituições de saúde açorianas, tornando possível também o acesso aos mesmos dados a todas as instituições nacionais utilizadoras da plataforma», destacou ainda Luís Cabral.

O Hospital da Horta, na ilha do Faial, é a primeira unidade açoriana a ser integrada nesta plataforma nacional, «estando já a ser preparadas as necessárias ligações para que todos os hospitais e unidades de saúde» da região fiquem também ligados, assegura o Governo Regional.

A Plataforma de Dados da Saúde permite o registo e partilha de informação clínica a profissionais e entidades prestadoras de serviços de saúde, podendo também os doentes ter acesso à sua informação integrada no sistema, no Portal do Utente, através do Cartão de Cidadão.