A GNR anunciou, esta terça-feira, a detenção de dois homens, de 44 e 34 anos, nos arredores de Coimbra e na Figueira da Foz, por suspeitas de tráfico de droga, na sequência de duas investigações autónomas.

Um dos homens, de 34 anos, foi detido na segunda-feira na freguesia de Maiorca, Figueira da Foz, por militares do Núcleo de Investigação Criminal de Montemor-o-Velho da GNR, tendo sido apreendidas, numa busca domiciliária, sete plantas de canábis "com alturas compreendidas entre os 1,5 e 2,2 metros", 266 doses de folha de canábis e quase seis quilos de pernadas de plantas.

Pesadas as plantas e as pernadas, a canábis apreendida totaliza 2.638 doses", disse à agência Lusa o tenente-coronel Armindo, oficial de Comunicação e Relações Públicas do Comando Territorial de Coimbra da GNR.

Na mesma busca à residência do suspeito - que foi presente a tribunal para determinação de eventuais medidas de coação - foi ainda apreendida uma arma elétrica (‘taser') e um telemóvel.

Já a investigação a cargo do Núcleo de Investigação Criminal do Destacamento Territorial de Coimbra da GNR resultou na detenção, também na segunda-feira, de um homem de 44 anos, na localidade de Carvalhosas, nos arredores da cidade.

Na ocasião foram apreendidas seis plantas de canábis, com alturas compreendidas entre os 0,5 e os 1,8 metros, nove gramas de folhas e 351 sementes daquela planta.

De acordo com a GNR, o suspeito foi constituído arguido e sujeito a termo de identidade e residência.