A Polícia Judiciária fez buscas no destacamento de trânsito da GNR de Albufeira. Os inspetores estão a investigar o desaparecimento de multas que foram passadas por um militar, suspeito de ter ficado com o dinheiro dos condutores.

Terão sido passadas à mão pelo militar, mas não foram registadas no sistema da GNR. Há suspeitas de que o soldado tenha ficado com o dinheiro pago pelos automobilistas.

Foram os próprios colegas que deram pela falta das multas, num controlo interno de rotina, em novembro do ano passado.

Falhas graves que levaram a GNR a instaurar um processo disciplinar ao militar e a comunicar os indícios de crime ao Ministério Público.

Já com os processos em curso, o soldado meteu férias e baixa médica. Não se apresentou ao serviço, como deveria, e chegou a ser considerado "em ausência ilegítima". Quando finalmente apareceu, voltou para casa, alegando problemas de saúde.

Já foi constituído arguido e está com termo de identidade e residência. Mora em Lisboa, onde também já recebeu a visita dos inspetores da PJ.

A TVI sabe que o militar tem outros processos judiciais em curso, por agressões e injúrias, fora da GNR.