A Polícia Judiciária (PJ) anunciou hoje ter identificado e detido uma mulher que pretenderia introduzir 600 doses de heroína no estabelecimento prisional de Coimbra.

Em comunicado, a PJ diz que «a suspeita se preparava para visitar um irmão, detido naquele estabelecimento, a quem pretendia entregar produto estupefaciente, tendo-lhe sido apreendidas 600 doses de heroína que ocultava no corpo».

A operação teve a estreita colaboração do estabelecimento prisional de Coimbra, salienta ainda a Diretoria do Centro da PJ.

«A detida, de 21 anos, sem antecedentes criminais, foi presente a primeiro interrogatório judicial, tendo-lhe sido aplicada a medida de coação de apresentações semanais às autoridades e proibição de fazer visitas a estabelecimentos prisionais».