A Polícia Judiciária anunciou hoje a detenção do suspeito de uma tentativa de homicídio numa discoteca no Porto, ocorrido a 26 de fevereiro, tendo o detido dado entrada na prisão para cumprimento de pena para a qual havia mandado.

«A Polícia Judiciária, através da Diretoria do Norte, identificou, localizou e deteve um homem fortemente indiciado pela presumível autoria de crimes de homicídio qualificado, na forma tentada, ocorridos no passado dia 26 do mês fevereiro, cerca das 03:30 da manhã, num estabelecimento de diversão noturna do Porto», refere a entidade policial em comunicado.

Uma vez que estava pendente um mandado de detenção, o suspeito ¿ com 24 anos e sem profissão - foi detido para cumprimento da pena de três anos de prisão, pelo crime de roubo qualificado.

Tendo já antecedentes criminais por roubo agravado e tráfico de estupefacientes, o detido «deu entrada no estabelecimento prisional para cumprimento da pena de prisão a que foi condenado por sentença transitada em julgado».

De acordo com a Polícia Judiciária, o suspeito, a 26 de fevereiro, depois de ter sido expulso da discoteca por se ter recusado a pagar o consumo, voltou ao local com uma arma de fogo, tendo disparado várias vezes na direção da entrada, onde se encontravam cerca de 20 pessoas, acabando por atingir duas delas.

«Na sequência de várias diligências de recolha de prova, veio o suspeito a ser identificado e localizada a casa onde se refugiou depois da prática dos factos», explica.