Um jovem de 14 anos causou um incêndio numa instituição de solidariedade, em Ponta Delgada, por "motivos fúteis", segundo informa a Polícia Judiciária em comunicado.

O incêndio teve lugar no dia 12 de junho, no concelho da Ribeira Grande.

O jovem vivia nesta instituição, que inclui um museu e um lar para crianças, o que fez com que o fogo destruísse diversos bens com valor cultural, entre os quais peças antigas de vestuário, que deveriam ser expostas no evento “XIV Semana Cultural da Maia”.

A PJ indica que não houve registo de feridos.

Apesar do perigo, as instalações não sofreram qualquer dano durante o incêndio.
 

"As instalações foram colocadas em sério perigo, mas a pronta intervenção de trabalhadores da instituição conseguiu suster o avanço das chamas e evitar que atingissem maiores proporções e avolumassem prejuízos."