Foi detido o amante da mulher encontrada morta pelo filho de cinco anos na madrugada de sábado, no Fundão, anunciou a Polícia Judiciária nesta segunda-feira.

O suspeito, um comerciante de 32 anos, confessou o crime, apesar de ter destruído "relevantes elementos de prova".

A vítima, de 29 anos, foi "brutalmente agredida com dezenas de golpes" desferidos com "uma faca de cozinha" e que, segundo o comunicado da PJ, "terão sido causa direta e imediata da sua morte".

O homicídio ocorreu na madrugada de sábado, na Aldeia Nova do Cabo, na casa onde a mulher vivia com o filho menor.

Foi a criança de cinco anos que alertou as autoridades, ao chamar o INEM depois de encontrar a mãe ferida.

O alegado homicida manteve "uma relação amorosa com a vítima durante aproximadamente três anos", indicou, ainda, a Polícia Judiciária.

O detido vai ser presente às autoridades competentes para primeiro interrogatório e aplicação de medidas de coação.