Vários comerciantes da Baixa de Faro foram burlados esta quarta-feira por um alegado turista que lhes fazia pequenas compras com notas falsas de 20 euros, confirmou esta manhã à Lusa, fonte da PSP.

A burla foi detectada pela proprietária de uma loja na Rua Conselheiro Bívar. Ao contar o dinheiro da caixa, Ema Bento detectou «uma nota um pouco estranha», que o banco veio depois a confirmar ser uma imitação.

«Penso que só poderá ter sido um homem que aqui veio comprar uma esponja de banho no valor de pouco mais de um euro e que pagou com uma nota de 20 euros», contou esta manhã à Lusa.

Homem era simpático

O homem em causa «falava inglês e espanhol e até era bastante simpático», descreveu, para justificar o facto de não ter levantado quaisquer suspeitas no momento da compra.

O alarme dado por esta comerciante levou os proprietários de outros comerciantes na mesma rua a verificar as suas caixas e a detectar também eles notas falsas.

Segundo Jorge Carneiro, oficial de relações públicas da PSP, «houve vários comerciantes burlados», tendo os títulos falsos sido «apreendidos e remetidos à Polícia Judiciária, que é quem tem competências para investigar este tipo de crime».

Emitido alerta

Acrescentou ainda que a PSP, através do programa «Comércio Seguro», emitiu um alerta a todos os comerciantes para terem maior atenção aos pagamentos que lhes são efectuados.

Segundo um dos comerciantes burlados, «são imitações quase perfeitas, que apenas se identificam pelas dimensões ligeiramente maiores e pelo facto de não terem as inscrições de 20 euros na banda holográfica».

Em Fevereiro, também na Baixa da cidade, a Directoria de Faro da Polícia Judiciária já tinha detido em flagrante três homens, quando vendiam notas de 20 euros, a cerca de metade do preço.