A Polícia Judiciária anunciou, nesta segunda-feira, a detenção de três cidadãos estrangeiros, um dos quais elemento de uma força policial em situação de reforma, suspeitos de introduzirem droga no espaço europeu por via aérea.

Em comunicado, a PJ adianta que a Unidade Nacional de Combate ao Tráfico de Estupefacientes (UNCTE) realizou, na final da semana passada, uma operação no âmbito do combate permanente à introdução de produto estupefaciente no espaço europeu por via aérea.

Segundo a PJ, a operação foi desenvolvida após a Autoridade Tributária e Aduaneira ter detetado, no aeroporto internacional de Lisboa, uma mulher oriunda da América Latina, que transportava droga dissimulada numa mala de viagem.

Após esta detenção, a UNCTE desencadeou de imediato uma operação policial que permitiu identificar e deter os destinatários da droga em causa, tratando-se de dois homens estrangeiros, um dos quais elemento de uma força policial em situação de reforma, sem qualquer ligação a Portugal, refere a PJ.

Aquela polícia acrescenta também que no âmbito da operação foram apreendidos cerca de 4,5 kg de cocaína, uma viatura, telemóveis, dinheiro em notas do Banco Central Europeu e diversos documentos com relevância probatória.

De acordo com a PJ, os detidos, com idades entre os 32 e os 44 anos, ficaram em prisão preventiva após primeiro interrogatório judicial.