Um empresário de 50 anos, residente na zona de Mangualde, foi detido em flagrante delito por alegados crimes de pornografia de menores através da internet, disse à agência Lusa uma fonte da Polícia Judiciária (PJ).

O homem «é casado e inserido socialmente» e foi detido pela PJ de Coimbra, na segunda-feira, após ter sido referenciado no âmbito da cooperação internacional entre polícias, adiantou a fonte.

Além de ser suspeito da prática dos crimes de pornografia de menores, o arguido tinha na sua posse uma arma proibida no momento da detenção.

No âmbito da investigação em curso, a polícia «detetou nos sistemas informáticos utilizados pelo suspeito imagens de cariz pornográfico, envolvendo menores, e que ele obteve em "sites" de pedofilia», segundo uma nota da PJ.

A fonte disse à Lusa que os menores em causa, «maioritariamente do sexo masculino», têm idades entre os sete e os 14 anos.

O empresário foi presente a um primeiro interrogatório judicial, ainda na segunda-feira, no Tribunal de Mangualde, tendo-lhe sido aplicada a medida de coação de termo de identidade e residência.