A Polícia Judiciária (PJ) anunciou hoje a detenção de uma mulher, de 52 anos, pela prática de um incêndio, ocorrido em meados de agosto, num estabelecimento de diversão noturna em Carcavelos, Cascais.

Em comunicado, a PJ informa que, através da sua diretoria de Lisboa e Vale do Tejo, procedeu à localização e detenção da mulher, empresária do ramo da diversão noturna num estabelecimento similar concorrente.

«O incêndio foi posto pela madrugada com recurso a acelerante de combustão e iniciou-se na zona de acesso ao estabelecimento, tendo provocado alguns danos nesta área», explica a PJ.

No comunicado, a Judiciária refere que «o imóvel não chegou a ser atingido, em virtude de, por mero acaso, ter sido detetado por uma testemunha que passava no local à hora dos factos e que conseguiu extinguir o incêndio com recurso a água da rede, que se encontrava ali disponível».

«A PJ encontra-se a investigar a autoria de outros dois incêndios visando o mesmo local, um, em agosto e outro, no passado sábado, com o fim de apurar e eventual existência de relação entre todos os crimes», acrescenta.

A empresária vai ser presente a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação.