A PSP de Mirandela deteve em flagrante delito dois casais pelo crime de extorsão a uma mulher sob ameaça de arma de fogo, divulgou esta quinta-feira o comando distrital de Bragança daquela polícia.

De acordo com a fonte, os suspeitos, com idades entre os 33 de os 43 anos, exigiram o pagamento de 4.000 euros à alegada vítima, que já lhes tinha entregado metade da quantia a 12 maio.

A mulher terá continuado a ser ameaçada para entregar o restante dinheiro e queixou-se às autoridades, que montaram uma armadilha e conseguiram deter hoje os alegados suspeitos em flagrante delito, na posse de 2.000 euros acabados de receber.

Segundo o relato da PSP, os quatros detidos terão abordado inicialmente a mulher de 47 anos com o pretexto de lhe comprarem um veículo.

«Atraíram-na a uma das suas residências e, sob ameaça de arma de fogo, exigiram-lhe a entrega de 4.000 euros, pelo que esta lhes entregou 2.000, ficando de entregar os restantes mais tarde», lê-se num comunicado divulgado pela PSP.

As ameaças continuaram até que foi combinada a entrega do restante dinheiro com a ajuda da polícia, que deteve os dois homens e duas mulheres.

Os detidos serão presentes em tribunal na sexta-feira para interrogatório judicial e aplicação de eventuais medidas de coação.

A polícia apreendeu ainda aos suspeitos a viatura em que se deslocavam, cartuchos e diversos telemóveis, em buscas domiciliárias.