A Polícia Judiciária do Norte anunciou esta terça-feira a detenção de 10 indivíduos indiciados por vários crimes em investigação relacionados com o combate à fraude fiscal no setor do ouro, informou em comunicado aquela força policial.

A PJ realizou, através da sua diretoria do Norte, uma operação policial que resultou em mais de três dezenas de buscas na área do Grande Porto e na cidade de Lisboa e na detenção de nove homens e uma mulher.

De acordo com a PJ, a operação «ouro branco» teve como objetivo o fim «da atividade de um grupo de pessoas fortemente indiciado pela prática continuada de crimes de associação criminosa, fraude fiscal e branqueamento de capitias».

Durante a operação «ouro branco» foram ainda apreendidos «veículos automóveis topo de gama e diversos bens móveis, armas de fogos de diversos calibres, cerca de nove mil euros em dinheiro e inúmera documentação com interesse probatório», informou o mesmo comunicado.

Os detidos, com idades compreendidas entre os 30 e os 60 anos, vão ser presentes a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação adequadas.