A Polícia Judiciária (PJ) deteve três homens suspeitos de homicídio qualificado, por terem alegadamente agredido, no início de setembro, em Albufeira, no Algarve, um homem que veio a morrer dias depois no hospital.

Contactada pela agência Lusa, fonte da diretoria do Sul da PJ revelou que as detenções foram todas realizadas na terça-feira, "duas na zona de Faro e uma em Lisboa".

A mesma fonte disse ainda que os três suspeitos foram já submetidos a primeiro interrogatório judicial, tendo o tribunal decidido que "um deles vai aguardar julgamento em prisão preventiva" e os outros dois “ficam sujeitos a apresentações diárias” na respetiva área de residência.

As detenções foram realizadas em cumprimento de mandados de detenção emitidos pelo Ministério Público, que deduziu acusação contra os três jovens, com idades entre 22 e 24 anos, pela “presumível prática dos crimes de homicídio qualificado e de ofensa à integridade física qualificada”, revelou a diretoria do sul da Polícia Judiciária (PJ) num comunicado.

Os três homens terão alegadamente “desferido socos e pontapés num homem de 35 anos de idade”, a 03 de setembro, em Albufeira, junto a um veículo de venda de produtos alimentares, precisou a PJ.

Já com a vítima prostrada no chão, um dos arguidos pontapeou-a na cabeça, enquanto outro saltou para cima do corpo”, acrescentou a mesma fonte.

A PJ sublinhou que a “vítima foi transportada ao hospital", mas acabou por "falecer no dia 8 de setembro em consequência das lesões sofridas”.