A Polícia Judiciária (PJ) anunciou a detenção de quatro indivíduos suspeitos de terem lesado um banco em mais de um milhão de euros, tendo sido apreendida cerca de uma dezena de carros e motas de luxo.

Os detidos são três homens e uma mulher, com idades entre os 42 e 65 anos, residentes em Santa Maria da Feira, no distrito de Aveiro.

Segundo a PJ, os suspeitos estão «fortemente» indiciados pela prática de crimes de burla qualificada, falsificação de documentos, associação criminosa, branqueamento de capitais e fraude para obtenção de crédito.

Desde 2010, o grupo criminoso terá «angariado dezenas de empresas, muitas delas criadas na hora e com recurso a testas de ferro, que solicitavam financiamentos junto de uma entidade bancária, lesando a mesma em mais de um milhão de euros», diz a PJ em comunicado.

Um dos suspeitos trabalhava na entidade bancária em causa e terá aprovado os referidos empréstimos.

No âmbito da operação policial foram apreendidas onze viaturas automóveis topo de gama, entre as quais, Jaguar, Aston Martin, Porsche e Bentley, e duas motos Harley Davison, sendo a maior parte de coleção e valor muito elevado, bem como duas pistolas e munições.

Os detidos foram presentes a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação.