A diretoria do Norte da Polícia Judiciária anunciou esta segunda-feira a detenção de cinco homens e uma mulher indicados pela prática do crime de tráfico internacional de droga, oriunda da Colômbia, sendo que quatro deles foram detidos em flagrante delito.

Em comunicado, a PJ esclarece que as detenções ocorreram no âmbito de uma investigação que contou com a colaboração da Guarda Civil espanhola, tendo como alvo “um grupo altamente organizado que pretendia fazer entrar na Europa, através de Portugal, grandes quantidades de produto estupefaciente, designadamente cocaína, utilizando para o efeito o circuito comercial de importação e exportação de diversos produtos por via marítima”.

Para este fim, refere esta polícia, “a organização criou uma empresa em Portugal que efetuou a importação de diversos produtos, designadamente de pele, provindos da Colômbia, que foram rececionados num armazém alugado para o efeito em Valença”.

No decurso da operação policial realizada, que contou ainda com a colaboração do Destacamento de Valença da GNR, foram localizados e apreendidos naquele local cerca de 40 quilos de cocaína, acondicionados na base de um contentor ali depositado.

Os detidos, com idades compreendidas entre os 34 e 67 anos, com as profissões de comerciante de mercearia, comerciante de têxteis, comerciante de aparelhos de vigilância, mecânico, carpinteiro e técnico oficial de contas, cinco com nacionalidades estrangeiras e um de nacionalidade portuguesa, vão ser presentes à competente autoridade judiciária para primeiro interrogatório e aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.