Foram detidos dois presumíveis incendiários no distrito de Coimbra, suspeitos de atearem fogos em Penacova e Tábua, informou a Polícia Judiciária nesta quarta-feira, através de comunicado.

 

Ambos os detidos são homens, pedreiros de profissão e têm 55 anos, confirmou a PJ à TVI24.

 

Um dos indivíduos é suspeito de ter ateado um fogo na segunda-feira, em Penacova, combatido por mais de 250 bombeiros e em que ardeu uma área superior a 120 hectares de floresta de mato e eucalipto.

 

Este homem iniciou o foco de incêndio próximo de sua casa e em seguida foi dormir a sesta.

 

Um outro homem foi detido por suspeita de dois incêndios florestais em Tábua, na terça-feira. Um foi apagado de imediato por populares e no outro ardeu 1 hectare de floresta.

 

Ambos os detidos vão ser presentes às autoridades judiciárias competentes para primeiro interrogatório e aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.