A Polícia Judiciaria (PJ) anunciou esta segunda-feira a detenção de um homem de 48 anos que terá ateado, na semana passada, dois incêndios florestais no concelho de S. Pedro do Sul.

Em comunicado, a PJ informa que a detenção foi levada a cabo pelo Departamento de Investigação Criminal de Aveiro, contando com a colaboração dos Serviços de Proteção da Natureza da GNR de Viseu.

O homem de 48 anos será "o presumível autor de dois incêndios florestais ocorridos na manhã de sexta-feira, dia 13 de outubro, nas imediações da EN 228 em Figueiredo de Alva, concelho de S. Pedro do Sul, locais perto dos quais já terão deflagrado diversos outros fogos durante o presente ano".

O suspeito ateou os fogos com recurso a chama direta, em zona de pinheiros e de eucaliptos, pondo em perigo a muito extensa mancha florestal e habitações aí existentes, tendo apenas ardido aproximadamente 330 metros quadrados de área florestal graças ao pronto combate efetuado pelas corporações de bombeiros, fruto da deteção precoce do início dos incêndios por populares", acrescenta.

A nota da PJ evidencia ainda que o detido "não apresenta qualquer motivação racional para a prática dos factos em investigação" e que "atuou num quadro de alcoolismo".

Presente às autoridades judiciárias competentes da Comarca de Viseu, para primeiro interrogatório, foi-lhe aplicada a medida de coação de obrigação de apresentações diárias.

No corrente ano, a PJ já identificou e deteve 101 pessoas pela autoria do crime de incêndio florestal.