A Polícia Judiciária (PJ) anunciou, esta terça-feira, a detenção de um homem de 43 anos suspeito de ter tentado atropelar, de carro, a ex-mulher e outras três pessoas, em Viseu.

O suspeito, divorciado e trabalhador da construção civil, foi detido pela presumível autoria de quatro tentativas de homicídio.

«Não se conformando com o facto de a sua ex-mulher ter iniciado uma nova relação amorosa, utilizou a sua viatura para a atropelar, bem como ao atual companheiro desta, quando os dois se deslocavam numa moto», explica a PJ, em comunicado.

Segundo a PJ, ao aperceber-se de que os dois estavam «no chão, feridos, a ser assistidos por dois outros condutores que entretanto pararam», o suspeito inverteu a marcha.

«Tentou novamente atropelá-los, desta vez a todos, o que só não conseguiu devido à rápida reação das quatro vítimas, que fugiram para a berma», acrescenta.

A PJ considera que, com as suas atitudes, o homem «pôs em sério risco a vida dos quatro ofendidos».

O homem, que tem antecedentes criminais, foi ouvido em primeiro interrogatório judicial, tendo-lhe sido aplicada a medida de coação de prisão preventiva.

Para a identificação do suspeito, a PJ contou com a colaboração da GNR de Viseu.