A Polícia Judiciária (PJ) de Coimbra anunciou hoje a detenção de um homem de 45 anos suspeito de roubo com sequestro e incêndio de veículo, crimes praticados em 2012 entre Castelo Branco e Idanha-a-Nova.

Em comunicado, a Diretoria do Centro da PJ informou que a detenção foi o culminar de «uma complexa investigação» e que o suspeito é o «último elemento de um grupo de cinco» pessoas suspeitas de, «durante uma madrugada do mês de outubro de 2012», terem praticado os referidos crimes.

«As duas vítimas foram violentamente agredidas e, sob ameaça de armas de fogo, obrigadas a entrar na bagageira de uma viatura, onde permaneceram privadas da liberdade durante mais de seis horas, tendo sido previamente espoliadas dos seus pertences, designadamente cartões de multibanco», descreve o comunicado.

A PJ acrescenta que os cartões foram «utilizados em diversos levantamentos e pagamentos» e que os restantes elementos do grupo foram, entretanto, detidos pela prática de outros crimes especialmente violentos, «com recurso a arma de fogo».

De acordo com a PJ, dois desses suspeitos também «estiveram envolvidos num assalto a um banco e num roubo com sequestro de um casal e do filho menor, no interior da própria casa».

Fonte da PJ confirmou à Lusa que este assalto ocorreu em Alvaiázere «15 dias depois dos crimes registados em Castelo Branco».

Em relação aos crimes de Castelo Branco, a fonte esclareceu que as vítimas são «dois jovens do concelho que foram abordados, ao início da noite, no momento em que estacionavam os carros».

«Só voltaram a ser libertados várias horas depois num descampado perto de uma aldeia de Idanha-a-Nova, onde, aliás, um dos carros das vítimas, presumivelmente o utilizado ao longo da noite, foi incendiado. O outro veículo foi abandonado numa outra aldeia, já no concelho do Fundão», acrescentou.

O comunicado da PJ refere, ainda, que o agora detido «foi presente a primeiro interrogatório judicial, tendo-lhe sido aplicada a medida de coação de apresentações periódicas no posto policial da área de residência».