Um homem de 40 anos foi detido por coação sexual de uma vizinha e familiar próxima de 15 anos. De acordo com comunicado emitido pela Polícia Judiciária (PJ), através do Departamento de Investigação Criminal da Guarda, é reincidente: tinha sido detido a 22 de agosto, acusado de violar a jovem, mas libertado pelo juiz e proibido de se aproximar da vítima.

Violando de forma persistente esta medida de coação, no dia 16-10-2017 acabou por abordá-la mais uma vez, ameaçando-a com mal importante em razão da denúncia por esta anteriormente formalizada contra si e constrangendo-a ainda a contacto de natureza sexual", diz a PJ em comunicado.

Ainda de acordo com o mesmo documento, o detido foi de novo sujeito a interrogatório judicial, "tendo sido confirmadas as medidas anteriormente aplicadas e acrescentadas da proibição de permanecer no concelho de Celorico da Beira, onde até aqui era residente".