A Polícia Judiciária informou, esta sexta-feira, ter detido um homem de 20 anos, já com antecedentes criminais, suspeito de um crime de roubo com arma de fogo ocorrido em agosto de 2015 numa farmácia no Porto.

Em comunicado, a PJ esclarece que “aproveitando a saída de um funcionário que tinha acabado o seu turno de trabalho, o suspeito entrou na farmácia e, mediante ameaça de uma arma de fogo, obrigou os outros funcionários a dizer onde se encontrava o dinheiro, subtraindo uma quantia elevada em numerário, bem como vários medicamentos”.

O jovem, com antecedentes criminais por crimes de roubo, furto e tráfico de droga, vai ser presente a primeiro interrogatório judicial para aplicação das adequadas medidas de coação.