Foi detido um homem, de 36 anos, que terá montado ilegalmente um sistema de distribuição de sinal televisivo, com o método de card sharing, anunciou esta sexta-feira a PJ. 

Pelo menos após o ano de 2010, o detido manteve uma estrutura ilícita de disponibilização do serviço protegido de TV, angariando clientes, instalando equipamentos especialmente adulterados para a receção do sinal codificado e recebendo os pagamentos acordados, revela a Polícia Judiciária em comunicado. 

"Com este procedimento, mais de centena e meia de clientes acedia ilegitimamente ao sinal de TV, sem que os operadores recebessem o preço devido, em prejuízo destes e da Fazenda Pública, pela não liquidação das correspondentes receitas tributárias", lê-se ainda.

No decurso das buscas efetuadas foram apreendidas várias set-top-box adulteradas.

O homem, que está indiciado pela prática do crime de burla informática agravada, vai ser presente a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação.