A Polícia Judiciária (PJ) de Vila Real "procedeu à identificação e detenção de três homens e de uma mulher, suspeitos de terem ateado um incêndio em área florestal, sita no Lugar da Ribeira, em Alijó".

Em comunicado a que a TVI24 teve acesso, a PJ refere que "o incêndio, ocorrido no dia 27 de Abril de 2018, cerca das 13:30, consumiu uma área de cerca de 5 hectares de mancha florestal, constituída, maioritariamente, por pinheiro bravo e mato".

O incêndio colocou em perigo uma vasta mancha florestal, bem como de área agrícola, de valor consideravelmente elevado, que apenas não foram consumidos devido à rápida intervenção dos meios de combate, nomeadamente de um meio aéreo e de duas corporações de bombeiros", assinala a PJ.

Os detidos têm "idades compreendidas entre os 25 e os 41 anos de idade, com as profissões de engenheiro florestal, motorista, comerciante e sem ocupação laboral".

Todos "vão ser presentes a interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas".