O Ministério Público deduziu acusação contra os pais de uma menor pela prática de crimes de abuso sexual de crianças, lenocínio e pornografia de menores, na zona de Ponte de Sor, no distrito de Portalegre.

A acusação foi divulgada através de um comunicado publicado na página da Internet da Procuradoria da Comarca de Portalegre.

Segundo o comunicado, os dois arguidos, ambos de 40 anos, são pais da vítima, uma menor nascida em 2002.

Ficou indiciado que o pai, entre 2014 e 2015, com conhecimento da mãe, também arguida, sujeitou a filha a diversos atos de cariz sexual, mantendo com esta relações sexuais e fotografando-a nua em poses eróticas", lê-se no comunicado.

De acordo com o Ministério Público, o arguido, "a troco de dinheiro, obrigava ainda a vítima a manter contactos sexuais com outros homens".

Mesmo depois da menor ser institucionalizada, em janeiro 2016, o arguido continuou, nos contactos que com esta mantinha, a abordar temáticas de natureza sexual", refere a acusação, indicando que o homem já está em prisão preventiva desde outubro de 2016.