A Polícia Judiciária anunciou esta quarta-feira a detenção do suspeito de um assalto à mão armada ocorrido no domingo, numa rua do centro do Porto.

 

Em comunicado que a Lusa cita, a PJ afirma que o «presumível autor do roubo» abordou a vítima na via pública e encostou-lhe uma faca nas costas para o levar para uma zona isolada onde lhe apontou uma arma de fogo e o agrediu a murro.

 

De acordo com aquela força policial, o assaltante obrigou o homem a entregar-lhe o telemóvel, a carteira e as sapatilhas, não lhe ficando com as calças devido «ao pedido insistente da vítima para não o deixar nu» na rua.

 

As diligências realizadas pela PJ permitiram recuperar todos os objetos roubados.

 

O detido, de 20 anos de idade «com antecedentes criminais por crimes de roubo, tráfico de estupefacientes e ofensas à integridade física», vai ser presente a interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação adequadas, acrescenta a PJ.

 

A PJ refere que «o assaltante abordou o ofendido, encostando-lhe uma faca às costas e coagindo-o a acompanhá-lo, até que, quando já se encontravam em zona isolada, lhe apontou uma arma de fogo e o agrediu a murro, obrigando-o a entregar o telemóvel, a carteira e as sapatilhas que trazia calçadas».

 

«Ainda tentou subtrair as calças, mas devido ao pedido insistente da vítima em não o deixar ficar nu na via pública, o assaltante permitiu que ficasse com elas», acrescentou aquela força policial.