A Polícia Judiciária anunciou hoje ter detido cinco indivíduos suspeitos de em maio de 2013 sequestrarem no Porto, durante 13 horas, um homem que terão ameaçado, coagido e agredido por alegadas dívidas relacionadas com tráfico de droga.

«A Polícia Judiciária, através da Diretoria do Norte, identificou e deteve quatro homens e uma mulher pela presumível autoria, entre outros, de crimes de rapto, sequestro, extorsão, coação agravada, ofensas à integridade física qualificadas e tráfico de estupefacientes, que terão tido lugar na cidade do Porto em maio do ano passado», refere comunicado hoje divulgado pela Unidade Nacional de Combate ao Tráfico de Estupefacientes.

Segundo a PJ, os detidos «abordaram o ofendido e, sob falso pretexto, levaram-no a entrar para o veículo em que se faziam transportar» onde o ameaçaram, coagiram e agrediram «com socos e com recurso a um martelo», no intuito de o fazer pagar uma dívida relacionada com tráfico de droga.

Durante o sequestro, que terá durado «treze horas ininterruptas», o ofendido afirmou não possuir a quantia em causa pelo que «os arguidos exigiram-lhe que estabelecesse contacto telefónico com um familiar próximo, visando convencê-lo a proceder ao envio, via "western union", daqueles valores».

«Finalmente, o ofendido foi obrigado a acompanhar um dos arguidos a uma estação de CTT no Porto, local onde aproveitou para solicitar auxílio aos funcionários, originando a fuga daqueles arguidos», indica o documento.

A PJ refere ainda ter detido segunda-feira um homem que se encontrava na posse de trezentas gramas de haxixe, quarenta gramas de liamba e objetos relacionados com o acondicionamento de estupefacientes e que tinha uma plantação de cannabis caseira.

Os detidos, com idades compreendidas entre os 32 e os 35 anos, sem ocupação laboral, vão ser presentes a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.