A Polícia Judiciária (PJ) anunciou a detenção pela alegada autoria do crime de peculato de um agente de execução de Castro Daire, que se terá apropriado indevidamente de cerca de 48 mil euros.

Em comunicado, a PJ esclareceu que a detenção do homem de 55 anos ocorreu no cumprimento de um mandado de detenção emitido pelo Ministério Público - Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Viseu.

A detenção teve lugar na sequência de uma investigação que levou à análise e perícia, por amostragem, de 10 processos executivos, onde se concluiu que terá ocorrido a apropriação indevida pelo suspeito de cerca de 48 mil euros", acrescentou.

De acordo com a Procuradoria-Geral da República, a detenção, que teve lugar na terça-feira, foi precedida de buscas nos escritórios do arguido, em Castro Daire e em Viseu.

Em causa estão suspeitas da prática de crimes de peculato e falsidade informática"

O detido será apresentado na quinta-feira ao juiz de instrução do Tribunal de Viseu, para interrogatório e aplicação de medidas de coação.