Um homem de 32 anos foi detido em Pinhel, no distrito da Guarda, pelo crime de abuso sexual de pessoa incapaz de resistência, de que terá sido vítima uma mulher deficiente.

O Comando Territorial da GNR da Guarda refere em comunicado que o suspeito foi detido na sexta-feira em "flagrante delito", por elementos do Núcleo de Proteção Ambiental do Destacamento Territorial de Pinhel.

Durante uma ação de patrulhamento, os militares "detetaram uma viatura [de uma instituição da cidade da Guarda que se dedica à educação e reabilitação de pessoas portadoras de deficiência] imobilizada num local ermo", nas proximidades da cidade de Pinhel.

No momento em que foi feita a abordagem à viatura, surgiu "um indivíduo com um comportamento suspeito, vindo de uma zona de mato, alegando ser o condutor e motorista da instituição em causa".

"Após algumas diligências efetuadas pelos militares da GNR, foi encontrada uma mulher despida, deitada no chão, estando visivelmente perturbada, a qual foi prontamente socorrida."

A GNR refere ainda que, segundo informação de familiares, a vítima "possui 80% de incapacidade mental",

O indivíduo foi detido e presente ao tribunal da Guarda, que lhe aplicou a medida de coação de apresentações periódicas, proibição de contacto com a vítima e proibição do exercício de funções com utentes com necessidades especiais.