logotipo tvi24

Pingo Doce: lojas obrigadas a fechar por segurança

Situação caótica devido a descontos em dia de feriado. Envie fotos e videos para euvi@tvi.pt

Por: Redacção / FC    |   2012-05-01 17:40

NOTÍCIA ATUALIZADA

O Pingo Doce decidiu hoje antecipar para as 18:00 o encerramento de todas as lojas da marca, para poder escoar em segurança os muitos clientes que procuraram beneficiar de uma campanha de descontos.

Ainda assim, algumas lojas decidiram ficar abertas por decisão da gerência devido ao número de pessoas à espera de entrar (ex.: loja do Fórum Sintra).

«Vamos fechar as lojas às 18:00 e não às 20:00, como é normal, para podermos escoar em segurança os clientes, que são muitos, para até à hora de fecho da loja as pessoas poderem fazer os seus pagamentos e poderem sair», disse à Lusa fonte oficial da empresa.

A mesma fonte salientou que o encerramento se estende à Madeira.

Hoje, dia do Trabalhador, o Pingo Doce lançou uma campanha de vendas, com desconto de 50 por cento para clientes que adquiram mais de 100 euros de compras.

O Pingo Doce admite estar a registar uma enorme afluência de clientes em todo o país e que algumas lojas encerraram pontualmente para repor produtos nas prateleiras ou para garantir a segurança das pessoas.

O Sindicato dos Trabalhadores do Comércio, Escritórios e Serviços de Portugal (CESP), que se demarca dos incidentes, denunciou conflitos entre clientes, nomeadamente na loja da rua Carlos Mardel, em Lisboa, numa loja em Almada e na Quinta do Mocho, em Loures, que levaram, nalguns casos, à intervenção da polícia e ao encerramento de algumas lojas.

A Polícia de Segurança Pública confirmou à Lusa o registo de alguns incidentes entre clientes em pontos de venda em Lisboa.

De acordo com o Pingo Doce, devido à adesão de clientes, a PSP tem tido «uma intervenção mais preventiva, para escoar trânsito e para o estacionamento».

«Não houve detenções. São pequenas tensões em grandes aglomerados que acontecem quando se juntam muitas pessoas», disse.

VEJA VÍDEOS DA SITUAÇÃO CAÓTICA EM VÁRIAS LOJAS





Partilhar
FOTOGALERIA:
Imagens da confusão no Pingo Doce

Confusão no Pingo Doce (direitos reservados) EM CIMA: Confusão no Pingo Doce (direitos reservados)

O que García Márquez escreveu sobre o 25 de Abril
Escritor colombiano escreveu três reportagens sobre a revolução em Portugal em 1975
Suspeito de balear quatro mulheres «cortou pulseira e fugiu»
Homem já tinha um processo de violência doméstica e estava proibido de contactar a ex-mulher
Dois polícias feridos em operação contra o tráfico de droga
Um suspeito não respeitou as ordens da polícia e com a sua viatura albaroou dois carros da PSP
EM MANCHETE
Morreu Gabriel García Márquez
Escritor colombiano, vencedor do Prémio Nobel em 1982, morreu aos 87 anos. Um dos maiores autores do século XX deixa ao mundo muito mais que «Cem anos de Solidão»
O que García Márquez escreveu sobre o 25 de Abril
Gabo: a «crónica de uma morte anunciada» pelo mundo