Os pescadores vão poder capturar sardinha por mais tempo e em maior quantidade diariamente. Embora a quota de 13.000 toneladas disponibilizada para este ano esteja praticamente esgotada, há cinco organizações de pesca que não chegaram ao limite. 

Para permitir gastar as 155 toneladas de sardinha ainda disponíveis, o Governo decidiu publicar um despacho que prolonga a pesca até 31 de dezembro, aumentando igualmente os limites diários de captura, adiantou à Lusa fonte do Ministério do Mar.

“Como se trata de sardinha mais magra é direcionada para a indústria. Decidimos aumentar os volumes para aproveitar toda a quota disponível”.

As organizações de pesca que ainda estão autorizadas a pescar sardinha são a Sesibal (Setúbal) e a Artesanal Pesca (Sesimbra).