A Polícia Marítima anunciou esta quinta-feira a apreensão de cerca de 200 galrichos (rede para apanhar peixe miúdo) após uma ação de fiscalização de combate ao exercício da pesca em zonas proibidas no rio Tejo.

Em comunicado emitido esta quinta-feira, o comando-local da Polícia Marítima de Lisboa avançou que desenvolveu na quarta-feira a ação de fiscalização, na qual apreendeu 200 galrichos por se encontrarem calados (dentro de água) sem identificação.

A autoridade marítima identificou e fiscalizou três embarcações e autuou cinco pescadores que se encontravam no exercício da atividade, em zona proibida, frente a Poço do Bispo, em Lisboa.