Manadas de elefantes estão a devorar culturas e a colocar em perigo camponeses no centro de Angola, com ataques que se registam a um ritmo praticamente diário, de acordo com relatos da população à imprensa local.

Cada ataque pode envolver pelo menos três elefantes e alguns camponeses referem que em poucos minutos chegaram a perder mais de uma tonelada de produção, devorada pelos animais, entre banana, cana e milho, além de outros produtos.

De acordo com os relatos hoje conhecidos, os ataques concentram-se sobretudo na comuna de Canjala, no Lobito, província de Benguela, com os elefantes ainda a derrubarem palmeiras e a danificarem estruturas de apoio ao cultivo.