Bombeiros e militares da GNR tentaram, este sábado, resgatar um homem que caiu num poço de grande profundidade, num curso de água, no Parque Nacional da Peneda Gêres, disse à agência Lusa o comandante dos voluntários de Salto, Montalegre.

O alerta para o desaparecimento do homem chegou ao Centro Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Vila Real às 13:41 e foi dado por um colega da vítima, que estaria a praticar um desporto radical na zona do parque, perto da localidade de Xertelo.

As buscas já foram suspensas e vão ser retomadas no domingo, pelas 07:00.

O comandante dos bombeiros de Salto, Hernâni Carvalho, explicou que o homem terá caído durante uma descida a um poço e está desaparecido.

O responsável explicou que o poço, que se encontra num ribeiro, “tem alguma profundidade” e também “alguma corrente e caudal”.

“Neste momento conseguiram apenas localizar as cordas, o material com que estava a efetuar a descida, mas a vítima ainda não foi localizada”, referiu.

Hernâni Carvalho disse ainda que os acessos ao local “são muito difíceis”, e que as equipas têm que ir a pé e demoram cerca de uma hora a chegar ao sítio.

“No local, a dificuldade prende-se com as características do terreno e a água do ribeiro que tem alguma corrente”, salientou.

Segundo o CDOS, para esta operação foram mobilizados bombeiros de Salto, de Montalegre e da Salvação Pública (Chaves) e militares da GNR, num total de 25 homens e oito veículos.