Pedro Lemos, de 41 anos, está desaparecido desde a passada sexta-feira, 14 de agosto. O surfista e ex-operador de câmara saiu de casa de manhã, na Prelada, Porto, e nunca mais foi visto. 

A família e os amigos criaram uma página no Facebook, onde fazem um apelo a todos os que possam ter informação para ajudar a encontrar Pedro Lemos.

Na página " Pedro Lemos Desapareceu - Ajudem-nos a encontrá-lo", pode ler-se: 
 

"A polícia e hospitais estão informados, pede-se a ajuda a todos os amigos e seus contactos para que divulguem e nos ajudem a encontrá-lo. Qualquer informação recente sobre o Pedro é importante, por favor contactar a PJ, GNR e PSP".


Na sexta-feira, saiu de casa no seu automóvel, um Peugeot 406 cinza escuro, com a matrícula 58-25-IJ.

A PSP do Porto confirmou à TVI que deu entrada nos serviços "um pedido de paradeiro".

Na altura, a família alegou que a pessoa desaparecida desde a semana passada estaria a viver "um momento de stress" e que nunca tinha acontecido estar tanto tempo sem dar notícias.

De acordo com informações divulgadas na página da rede social, Pedro Lemos não terá levado consigo “o telemóvel, a prancha de surf, o cartão de cidadão, o passaporte ou outros pertences”. A PSP não confirma esta informação.

O grupo criado no Facebook já tem 24 mil membros.