Liliane Pinto, a mulher que tinha sobrevivido aos crimes de Aguiar da Beira, morreu esta quarta-feira, segundo apurou a TVI.

A mulher estava internada nos Cuidados Paliativos do Hospital de Seia, mas o seu estado de saúde agravou-se esta manhã, tendo sido ainda transferida para o Hospital de Viseu.

Liliane, de 27 anos, estava a viajar de carro com o marido, no dia 11 de outubro do ano passado, quando foram intercetados, alegadamente por Pedro Dias.

O suspeito matou o marido de Liliane e deixou-a gravemente ferida.

Antes, Pedro Dias já teria assassinado um militar da GNR e deixado outro gravemente ferido.

Por ter sobrevivido na altura, o processo de Liliane corria à parte, mas agora, muito provavelmente, será agrupado aos outros dois homicídios, passando Pedro Dias a ser acusado de três desses crimes.