O secretário de Estado do Vaticano, Tarcisio Bertone, saudou hoje os milhares de peregrinos presentes no Santuário de Fátima com o anúncio da bênção do papa Francisco aos fiéis na Cova de Iria.

«O papa Francisco envia-vos a sua bênção e pede as vossas orações por ele», informou aquele que é o «número dois» do Vaticano.

O cardeal, que preside à peregrinação dos dias 12 e 13 de outubro em Fátima, defendeu que «Fátima é um apelo ao amor» num mundo globalizado que «precisa do tesouro da fé».

Tarcisio Bertone exortou os fiéis a confiarem no exemplo dos pastorinhos de Fátima para enfrentarem «o mundo do futuro».

Um mundo «novo que penosamente vai nascendo na era da globalização» e que «precisa do tesouro da fé que os cristãos, há mais de dois mil anos, se esforçam por viver e transmitir», salientou o prelado na saudação aos peregrinos.

Perante milhares de pessoas no recinto do santuário, Tarcisio Bertone definiu como «impressionante, neste lugar, ver como o coração dos três pastorinhos bate em uníssono com o coração da Igreja», afirmou Tarcisio Bertone.

«Nesta Jornada Mariana do Ano da Fé, entreguemo-nos a Maria para, não obstante a nossa fragilidade, sermos a luz da terra e o sal do mundo», desafiou.

Hoje teve início aquele que é o primeiro dia da peregrinação dos 12 e 13 de outubro que é presidida pelo secretário de Estado do Vaticano.

O cardeal despede-se em Fátima das funções de secretário de Estado do Vaticano, cargo que exerceu desde 2006, sendo esta é a segunda vez que preside a uma peregrinação na Cova de Iria.

A última vez foi em outubro de 2007, aquando do encerramento dos 90 anos das Aparições de Fátima, na qualidade de secretário de Estado e de enviado do papa Bento XVI, e numa data que culminou com a inauguração da Igreja da Santíssima Trindade, agora elevada a basílica.