O Papa Francisco não vai acompanhar a pé a tradicional procissão do Corpo de Deus, nas ruas de Roma, esta quinta-feira à noite. De acordo com a Agência Reuters, uma dor ciática impede o Papa de fazer a procissão a pé.

Uma fonte do Vaticano assegura que não há razões para alarme. O Papa recusou fazer o percurso de carro, para evitar que a atenção dos fiéis se centrasse nele e não no ato em si. Por isso, o Papa Francisco vai celebrar a missa às na Basílica de São João Latrão, estará presente no início da procissão e será depois conduzido para a Basília de Santa Maria Maior, onde presidirá ao final da cerimónia.

Tanto João Paulo II como Bento XVI fizeram o percurso a bordo do papamóvel quando se encontravam fragilizados, mas Francisco terá recusado essa opção para evitar que as atenções dos fiéis se centrem sobre ele e não sobre o Santíssimo Sacramento.

A Igreja assinala esta quinta-feira a solenidade litúrgica do Corpo de Deus. Em Portugal, devido à suspensão deste feriado religioso, as comemorações vão ter lugar no próximo domingo, com procissões previstas em várias localidades do país.

Na última semana, o Papa cancelou um compromisso por causa de uma febre. Mas, depois disso, já fez várias aparições em público, incluindo a audiência de quarta-feira, diante de milhares de fiéis, na Praça de São Pedro.

O Papa Francisco tem uma visita agendada para a Coreia do Sul, entre 13 e 18 de Agosto, para presidir a um encontro de juventude.