Recém-casados e católicos praticantes, Manuela e Nuno fizeram questão de ir a Roma receber a bênção matrimonial do Papa Francisco e aproveitaram o momento para o convidar a incluir Braga, cidade onde vivem, no roteiro de uma futura deslocação a Portugal.

«O Papa não nos disse que não.Digamos que deixou a porta aberta, embora isso vá depender, naturalmente, das entidades responsáveis pela organização da visita, prevista para 2017», disse hoje Manuela Alves à agência Lusa.

Manuela é membro da Irmandade S. Vicente, Braga, mas, como sublinhou, a deslocação ao Vaticano e o convite ao Papa para visitar aquela cidade minhota foram «a título estritamente pessoal».

«Ofereci ao Santo Padre uma tela com algumas das principais igrejas de Braga, falei-lhe do cardeal Monteiro de Castro que também é do Minho [Guimarães], convidei-o para visitar a minha cidade e pedi-lhe para passar por cá», explicou.

Manuela garantiu que nunca mais vai esquecer os cinco minutos de "audiência" com o líder da Igreja Católica, manifestando-se convicta de que a sua bênção irá «solidificar ainda mais» os laços matrimoniais do casal.

«É uma sensação impossível de descrever», referiu, enfatizando apenas «a simplicidade, a simpatia, a humildade e a afabilidade» do Papa Francisco.

Manuela, advogada, e Nuno, assessor de comunicação, casaram a 07 de dezembro e escolheram para lua-de-mel a cidade de Roma, onde quatro dias depois receberam a bênção matrimonial do Papa.

São ambos católicos praticantes, exercendo funções no âmbito da catequese, do grupo coral e das leituras.

«Receber o Papa em Braga seria, para nós, outro momento indescritível», confessou a advogada.

O patriarca de Lisboa já disse que convidou o Papa Francisco, logo após a sua eleição, a visitar Portugal.

Também o bispo de Leiria-Fátima, António Marto, já deu conta da intenção de convidar o Papa Francisco a participar, em 2017, nas celebrações do centenário das aparições na Cova da Iria, em 2017.

Recentemente, e segundo a agência noticiosa católica Ecclesia, o Papa terá manifestado intenção de visitar Portugal em 2017.