O incêndio que lavra desde o final de sexta-feira à tarde, no concelho de Pampilhosa da Serra, está com cinco frentes "muito ativas" e já obrigou à evacuação parcial de algumas localidades, adiantou à TVI24 fonte da Proteção Civil. Uma das frentes já alastrou para o concelho de Arganil, onde também duas aldeias foram totalmente evacuadas. No total, pelo menos cinco aldeias já foram total ou parcialmente evacuadas. 

Perto das 18:00, este incêndio estava a ser combatido por 509 operacionais, apoiados por 152 viaturas e quatro meios aéreos.

As localidades parcialmente evacuadas são: Mata, Cartamilo Cavalaleiros de Cima e Cavaleiros de Baixo, Casal Novo e Ribeiros. Já em Arganil foram retiradas as povoações de Porto Castanheiro e Parrozelos. 

Segundo a mesma fonte, os bombeiros estão a combater as chamas na preferia das aldeias e locais.

Veja também:

As estradas nacionais (EN) 544 e 508 estão cortadas ao trânsito naquela zona, das encostas da Serra do Açor, no interior do distrito de Coimbra.

O incêndio, com cinco frentes ativas, "arde com intensidade" e a sua propagação é favorecida pelos ventos fortes que se fazem sentir na região, acrescentou o responsável.

O facto de se estar perante um povoamento florestal muito denso, com “elevada carga combustível” e de acessos difíceis dificulta o combate às chamas, não sendo possível prever quando poderão vir a ser dominadas, referiu Pedro Araújo, sublinhando que o fogo “está longe de ser dominado”.