O proprietário de uma casa em Palmela suspeito de matar um alegado assaltante que tentava entrar na residência, na Quinta do Anjo, vai aguardar julgamento em liberdade, com apresentações semanais às autoridades, disse à Lusa fonte policial esta terça-feira.

Segundo a mesma fonte, o arguido, de 74 anos (idade distinta da que foi inicialmente adiantada pela polícia) e que estava em casa com familiares quando ocorreu a tentativa de assalto, na segunda-feira, foi hoje presente ao Tribunal de Setúbal.

Os assaltantes, que se deslocavam num carro Opel Corsa, entraram na casa, onde se encontrava o reformado e a sua mulher. O grupo terá agredido a mulher e a situação terá levado o septuagenário a usar a caçadeira para balear um dos suspeitos, um homem com cerca de 30 anos. Perante este cenário, os outros assaltantes fugiram, pelo próprio pé.

Os outros três suspeitos, que se puseram em fuga, continuam a monte, mas o caso já está sob investigação da Polícia Judiciária de Setúbal.