Granadas de mão ofensivas e munições de calibre 9 milímetros desapareceram de dois `paiolins´ nas instalações militares dos Paióis Nacionais de Tancos, revelou hoje o Exército.

Em comunicado, o Exército afirmou que foi detetada quarta-feira ao final do dia a violação dos perímetros de segurança dos Paióis Nacionais de Tancos e o arrombamento de dois ‘paiolins’.

Fonte do ramo contactada pela Lusa adiantou que até ao momento foi detetada a falta de "cerca de uma centena" de granadas de mão ofensivas.

"Os incidentes foram detetados por uma ronda móvel, elemento do sistema de segurança dos Paióis", refere o comunicado.

A Polícia Judiciária Militar foi chamada ao local e iniciou averiguações, dando conhecimento ao Ministério Público e à Polícia Judiciária.

O ministro da Defesa, Azeredo Lopes, já foi informado sobre o furto, adianta o comunicado.