O condutor que no domingo atropelou três menores, em Ourém, e as deixou feridas com gravidade, já se entregou às autoridades.

O homem, com cerca de 50 anos, entregou-se no quartel da GNR por volta das 08:00 desta segunda-feira. Na altura do acidente, o condutor abandonou o local.
 

“O suspeito entregou-se hoje às 08:30 no posto de Ourém da GNR, tem 50 anos e mora próximo do local do acidente”, disse à agência Lusa o relações públicas do Comando Territorial de Santarém da GNR, major Pinto Reis.


Segundo Pinto Reis, a GNR está a desenvolver diligências, que incluem a inspeção ao veículo, um Seat Ibiza de cor preta que já está na posse desta força policial, e a inquirição de testemunhas oculares para aferir da veracidade da confissão do automobilista, assim como para perceber a razão que levou o condutor a fugir do local do acidente.

O acidente que, ontem deixou os três adolescentes gravemente feridos, ocorreu a 500 metros do local de residência do condutor. Tudo aconteceu  pouco depois das 17:00, na estrada municipal que liga Alvega a Atouguia.

Os menores foram colhidos, "quando andavam de bicicleta", por um carro "que se presumia ser um Seat Ibiza preto", informou uma fonte do Comando Territorial de Santarém da GNR, ainda no domingo. 

Um dos feridos foi mesmo transportado de helicóptero para o Hospital de Santa Maria, em Lisboa, e os outros dois deram entrada no Hospital Pediátrico de Coimbra.

Uma das três vítimas atropeladas está com prognóstico reservado, outra apresenta bom prognóstico e uma terceira está estável, informaram fontes hospitalares.

Segundo o Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, que integra o Hospital Pediátrico de Coimbra onde estão internadas duas das vítimas, uma delas, de 16 anos, encontra-se “na Unidade de Cuidados Intensivos, com traumatismo craniano e com prognóstico reservado”.

“A outra criança, de 12 anos, encontra-se internada no Serviço de Ortopedia, tem uma fratura exposta do fémur e com bom prognóstico”, acrescentou a mesma unidade de saúde.

Já o Hospital de Santa Maria, em Lisboa, para onde foi transportada a terceira vítima, referiu que esta está “estável”.

Inicialmente, a informação oficial indicava que eram três adolescentes: dois com 14 anos e um com 15.

Com a informação avançada esta segunda-feira pelo  Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, que tem a seu cargo duas das vítimas, fica a saber-se que uma das vítimas tem 12 anos e a outra 16. Falta agora confirmar a idade do menor transportado para o Hospital de Santa Maria, em Lisboa.