O ambientalista Joanaz de Melo diz que as novas barragens são inúteis e que a construção deve ser suspensa. Na TVI24, o dirigente da GEOTA, defendeu que o Plano Nacional de Barragens é a terceira maior PPP do país. Já Medina Carreira diz que o sector de produção de energia devia ser nacionalizado.

«Todo o Plano Nacional de Barragens e a barragem do Tua é totalmente inútil e deve ser parado», disse, considerando que «as novas barragens têm um custo elevadíssimo e produzem muito pouco».

Já Medina Carreira defendeu «que a produção de energia devia ser nacionalizada».

Por fim, Joanaz de Melo considerou que «os nossos governantes têm todos um medo terrível da EDP».