A GNR inicia esta segunda-feira várias ações de sensibilização junto dos idosos, para os ensinar a prevenir burlas relacionadas com a entrada em circulação da nova nota de dez euros e outras situações de burla e furto a residências.

A operação «Idosos em Segurança 2014», que termina a 19 de outubro, será executada pelos 3.761 militares dos Núcleos Idosos em Segurança (NIS), informou hoje a Guarda Nacional Republicana (GNR), em comunicado que a Lusa cita.

Nas ações de sensibilização, os militares irão transmitir «conselhos sobre procedimentos de segurança» para prevenir situações de burla e furto em residências, com «o objetivo de potenciar o sentimento de segurança», adianta a GNR no documento.

Durante a operação, os 3.761 militares vão contactar pessoalmente os idosos, mas também irão realizar «ações em sala», no decorrer das quais serão transmitidos e distribuídos folhetos com conselhos de segurança e cartões magnéticos com o contacto do NIS correspondente à área de residência.

Considerando a entrada em circulação da nova nota de 10 euros, da série «Europa», na terça-feira, a GNR irá aconselhar também os idosos sobre os procedimentos de segurança a adotar para prevenir eventuais situações de burla relacionadas com esta nota.

Durante a operação «Censos Sénior 2014», realizada entre 15 de janeiro e 15 de fevereiro passados, a GNR sinalizou 33.963 idosos a viverem sozinhos ou isolados, sendo esta «a população alvo preferencial da presente operação».

Dos 33.963 idosos sinalizados pela GNR, 21.286 vivem sozinhos, 4.281 residem em locais isolados e 3.026 vivem sozinhos e isolados.

Os militares da GNR encontraram também 5.370 idosos a viverem acompanhados, mas que «se encontram numa situação de vulnerabilidade» devido às suas «limitações físicas e psicológicas».

No âmbito da operação «Censos Sénior 2014», a GNR registou um aumento de 4.008 idosos a viver sozinhos e mais 1.296 a residir isolados, relativamente ao Censos de 2013.

Viseu é o distrito com o maior número de idosos a viverem sozinhos ou isolados, onde foram identificados 2.945.

Dados da operação mostram também que outros dos distritos com maior número de idosos a viverem nestas condições são Beja (2.793), Guarda (2.713), Évora (2.418), Portalegre (2.116) e Santarém (2.076).

A operação «Censos Sénior», que a GNR realiza anualmente, é uma campanha de segurança direcionada aos idosos que vivem sozinhos ou isolados, tendo por principal objetivo atualizar o registo já existente e identificar novas situações.